O que sinto saudades…

Photo of relaxed young woman wearing house clothes sleeping in bed on white bed linen at home

Hoje, ao contrário de falar sobre maternidade, vou falar de algumas coisas que sinto falta da época que não tinha minhas filhas. Tipo “momento saudosismo total” ! Claro que é incomparável a minha vida de hoje, depois de ser mãe. Não troco por fase alguma.

Mas por apenas alguns momentos me dá vontade de voltar ao tempo só para:

– Poder dormir a noite toda e acordar naturalmente. Esse é o número 1 de todas as mães. Clichê ou não, dormir sem interrupção é o sonho de consumo de qualquer mulher. E isso só era possível na época sem filhos. Acordar tarde então foi algo que nunca mais tive o prazer de vivenciar. Já era difícil na época sem filhos pois tinha que sair cedo para trabalhar , mas aos sábados e domingos era possível curtir um pouco.

Engraçado que aqui em casa parece que o tempo passa e elas acordam cada vez mais cedo, independente da hora que dormem.  Será que alguém pode explicar para elas que é uma delicia acordar tarde?!!!

bigstock-Young-woman-in-bed-26600336

– Ir a uma festa sem hora para voltar. Tudo bem, ainda é possivel ir a uma festa e deixar as meninas com os meus pais. Mas necessariamente o dia seguinte será sempre um pesadelo. Ressaca e poucas horas de sono com um dia intenso pela frente, definitivamente não combinam com quem tem filhos!

E ainda nessa categoria como “sub item”, que saudades das festas de réveillon que acabavam de manhã e passávamos o dia 1 praticamente dormindo!

– Poder deixar a comida acabar em casa. Nada mais desesperador do que olhar a bandeja de frutas e ver que não tem nem uma banana. Casa que tem criança, não pode faltar fruta não acham?! Nunca deixo acabaras coisas que ela comem com frequência e principalmente laranja e banana. O chato é que muitos desses alimentos estragam rapido, então compro semanalmente. Mas como trabalho e nunca sei quando terei um tempo disponível,  que preguiça de sair muitas vezes só para comprar algo que acabou. Que saudades de quando eu dizia; ” Vai ficar para amanhã”. Quando não temos filho podemos ver a geladeira vazia e desencanar. Sempre me virei com  que tivesse, ou se não, pedi um delivery.

Só que com criança não dá. Morro de remorso de deixar elas comerem qualquer coisa.

-Poder fazer  almoços prolongados ao sábados e domingos. Tem algo mais gostoso que sentar em uma mesa de restaurante com amigos no final de semana sem hora para ir embora? Tudo bem , também posso negociar com a minha mãe  ficar um pouco com elas, mas sempre temos que passar o almoço olhando o relógio.

– Passar um sábado a tarde cuidando de mim. Era frequente na época sem filhos eu deixar o sábado a tarde ( pós almoço com as amigas) para ir ao cabelereiro fazer pé, mão , depilação, hidratação… Pois curtia ir sem pressa e ficar me cuidando, lendo uma revista de fofocas e batendo papo. Hoje continuo indo , mas sempre com pressa e quando consigo encaixar no meu dia.

– Ler. Para quem tem o hábito da leitura, sempre arruma um tempo para ler pois faz parte da rotina como qualquer outra atividade. Mas para quem como eu  lia livros e revistas com pouca frequência, fica bem mais difícil. Pois o pouco tempo que tenho fico tão acelerada e com a sensação que tenho mil coisas para fazer, que não consigo mais sentar com calma, abrir um livro e ler.

-Não ter que reparar em uma farmácia.  Sempre que estou na rua e passo em frente a uma farmácia me questiono se preciso estacionar para comprar alguma coisa. Nunca sei se acabou a  fralda, a vitamina, o shampoo… Vocês também tem essa sensação?!

Katia Ouang -Autora do Blog Minhas Dikas e do Instagram @blogminhasdikas , mãe da Bruna e da Manuela e Marketing da PetiteBox

Deixe um Comentário

Portal Clube de Assinaturas © 2020 Todos os direitos reservados.