A Historia campeã do concurso Duallete! E veja abaixo outras excelentes hsitorias!

Olá, meu nome é Eliane Ogawa recém assinante do Petitebox, tenho 2 filhas, a Laura 2 meses e a Melissa 4 anos.

Não poderia perder a oportunidade de dividir a história que ocorreu no domingo do Dia dos Pais, fomos comemorar com um almoço em família na casa da minha mãe, passamos um domingo bem gostoso e ao voltar para a nossa casa fizemos aquela marmita com um delicioso nhoque para a janta.

Tudo estava indo muito bem, até chegar na garagem do prédio onde moramos, estacionamos o carro na vaga, e como a família é grande existe uma logística para pegar mochila, carrinho, bebe conforto e as crianças. E no momento de retirarmos a marmita de nhoque, por um descuido ela simplesmente foi arremessada no chão, aquele marmitex se abriu e esparramou molho e nhonhe por toda parte.

Para o nosso desespero, o carro branco do vizinho  bem simpático (#sqn) foi encharcado de molho, ficamos por alguns instantes sem saber o que fazer!  Até que me veio uma luz e naquele instante tinha lembrado que antes de sair havia colocado o rolinho extra da Duallet no porta luva dos carros, foi ele que nos salvou, praticamente gastamos um rolinho no carro do vizinho que ficou limpinho, limpinho.

Realmente esse brinde chegou em uma boa hora, esperamos que gostem da nossa história que foi muito real!

Um beijo :0

___________________________________________________________________

Outras historias engraçadas!

Estava eu (mamãe) e o José Mario (o ator principal – 4 meses) brincando no sofá. Resolvemos ligar via vídeo para a titia Regiane e Alessandro que moram longe para bater um papo.
De repente José Mario começa a fazer uma forcinhas pra lá e pra cá. Logo percebi que viria o número 2.
Mas o que eu não esperava era que seria uma BOMBA. A fralda inteira vazou e ele estava no meu colo. Quando ergui ele já tinha escorrido inteiro pela minha perna até o sofá.
Não sabia o que fazer, o papai já tinha ido trabalhar e nós dois tivemos que nos virar para limpar toda a bagunça.
E enquanto isso, os titios lá do outro lado do vídeo rindo de toda a situação.
Pena que na hora a gente não tinha um papel Duallete Elite Duo à mão para nos ajudar.
___________________________________________________________________
Estavamos na faculdade,  e fomos em 4 meninas no banheiro, havia justamente 4 banheiro vagos, e todas entraram, eu e a Carla saímos, e outros dois ainda estava ocupados, por dedução, achamos que era a outras duas meninas que havia entrado com nós.
Ao invés de chamar a Carla pegou um rolo de papel higiênico e jogou por cima da portas, como ninguém falou nada, jogou mais um rolo por cima da porta, acredito que tenha jogado uns 5, se não batasse ela ficou na porta do banheiro, esperando a menina sair, quando a menina saiu ela fez bu, para nossa surpresa não era a menina que entrou com a gente, a menina olhava com um ar de espanto, aliás as três ficou com cara de espanto, a outra menina também saiu e ficou olhando sem entender nada do que estava acontecendo.
E ela ficou sem graça, tão sem graça que pediu várias vezes desculpas, a menina ficou olhando sem falar nada, esqueceu até de lavar a mão e saiu
Quando saímos as duas meninas que havia entrado com nós, ficou perguntando o motivo da demora, contamos o ocorrido, elas caíram na risada e essa história rendeu por uns dias.
_______________________________________________________________________

                                        Primeiro passeio com o bebê

Era um dia perfeito para um passeio, o sol estava lindo, vento fresco e toda família em casa. Pensamos, vamos curtir o dia e levar o bebê para seu primeiro passeio no shopping Center.

Como pais de primeira viagem, fiz uma lista de tudo que precisaria levar, na lista: mamadeira, chupeta, fralda, pomada, lenço e muitas outras coisas que se eu relatar não caberá nesta página!

A viagem no carro foi ótima, para um bebê que dava seu primeiro passeio, estava indo muito bem, dormiu o caminho todo, a não ser quando o carro parava no farol, pois abria os olhinhos e resmungava.

Lá no shopping tiramos o carrinho da porta malas, a bolsa e a frasqueira. Depois que tive meu príncipe, “aposentei” minhas bolsas chiques e meus acessórios que sempre levava comigo, troquei pela mala do bebê.

O passeio estava ótimo, paramos para almoçar depois de ver algumas lojas, amamentei o neném, o papai colocou para arrotar quando senti um “cheirinho” vindo do bebê, provavelmente vocês já sabem o que é. Levei para o fraldário do shopping, tirei da bolsa o trocador, o lencinho umedecido e a pomada, montei o “esquema” todo para trocar sua fraldinha, a tirei e fui limpar seu bumbum quando um jato de cor amarelinho voou no meu cabelo…fiquei sem reação pois isso nunca tinha acontecido. Não sabia se limpava o bebê ou me limpava, preferi limpar o neném. Sai do banheiro, ainda com o cabelo sujo, para levá-lo ao papai, que espantado disse: “Nossa! O que é isso no seu cabelo?”. Nem quis explicar, fui correndo procurar aquilo que eu costumava levar sempre na bolsa (aquela que aposentei lembram?!), o papel higiênico!

Depois de limpar o cabelo e passar maior mico nos corredores do banheiro procurando papel, pensei comigo:” Nunca mais vou esquecer esse item tão importante, ele sempre estará na mala do bebê para qualquer imprevisto. Realmente, o primeiro passeio nunca será esquecido!

Tâmara Gomes da Silva Reis

Deixe um Comentário