12 super alimentos para lactantes

Se você é uma lactante, inclua estes super-alimentos saudáveis em sua dieta e tenha todos os nutrientes que você precisa. por Alicia C. Simpson tradução Ivy Assis gettyimages-200295023-001

Como uma lactante, você é uma máquina de produção de leite 24 horas por dia! Não há um segundo no dia que seu corpo não esteja produzindo leite para seu pequeno. Muitas lactantes comentam sentir fome constantemente, e este apetite vem da quantidade de calorias que seu corpo usa para produzir cada gota de leite. É importante abastecer seu corpo com alimentos de alta densidade nutritiva que ajudam a repor seu organismo com tudo o que é vital. Apesar de os super-alimentos desta matéria não serem clinicamente provados como auxiliares na produção de leite, a maioria é usada há séculos por todo o mundo para nutrir lactantes e por conter um mix de nutrientes ricos em gorduras boas, vitaminas, minerais, fitonutrientes e antioxidantes que são ideais para a mulher na fase da amamentação.

1. Abacate

O Abacate é uma fruta que funciona como uma geradora de forças para as mães no pós parto. Uma reclamação comum das mães é que elas sentem fome frequentemente devido ao aumento do consumo calórico para o cuidado com o bebê e por terem pouco tempo para preparar e fazer refeições completas. O Abacate é formado por cerca de 80% de gordura e ajuda a manter a sensação de saciedade além de fornecer ao corpo gorduras boas para o sistema cardíaco. Ele também é uma ótima fonte de vitamina B, vitamina K, ácido fólico, potássio, vitamina C e vitamina E.

2. Oleaginosas

Outra fonte de nutrientes, as oleaginosas tem alta concentração de minerais como ferro, cálcio e zinco, assim como vitaminas B e K. Elas são também uma fonte saudável e essencial de ácidos graxos e proteínas. Além de sua composição nutricional fenomenal, as oleaginosas também são considerados alimentos lactogênicos em muitas partes do mundo. Embora haja pouca evidência clínica para embasar o uso das oleaginosas como um galactagogue, elas têm sido usadas na medicina tradicional ayurvédica há gerações, especialmente as amêndoas que não apenas são descritas extensivamente na literatuda ayurveda como é um dos alimentos mais amplamente usados como alimento lactogênico no mundo.

3. Grãos e legumes

Grãos e legumes são uma excelente fonte de proteínas, vitaminas minerais e fitoestrógenos. Grão de bico é usado como um alimento galactagogue desde o Egito antigo e é considerado alimento da base da alimentação na África do Norte, Oriente Médio e na culinária Mediterrânea, tornando-o o mais acessível alimento galactagogue. Apesar de o Grão de Bico ser o alimento galactagogue mais consumido, não há motivo para limitar-se ao consumo de um tipo de grão ou legume por suas propriedades lactogênicas. Por exemplo, a soja é o alimento com a maior concentração de fitoestrógeno dentre todos os grãos. Ingerindo uma variedade de grãos e leguminosas é bom, não só para a saúde, mas garante que você terá uma produção saudável de leite materno.

4. Cogumelos

Cogumelos são tradicionalmente considerados como alimentos lactogênicos, porém algumas de suas variações são também boa fonte de polissacarídeos beta-glucano, conhecido por ser o principal agente lactogênico responsável pelas propriedades galactatogues encontradas na cevada e na aveia. Como a cevada e a aveia tem o poder lactogênico comprovado, não é difícil deduzir que outros alimentos com alta concentração de beta-glucano, como cogumelos, têm os mesmos efeitos lactogênicos. Em minha análise clínica, descobri que mulheres que aumentam a ingestão de alimentos ricos em beta-glucano como aveia, cevada, determinados tipos de cogumelhos, levedura e algas têm um aumento significativo na produção de leite. Reishi, shitake, maitake, shimeji e cogumelho ostra são as espécies que contêm a maior concentração de beta-glucano.

5. Vegetais de folhas verdes

Na Tailândia, a primeira linha de defesa de uma mãe contra a baixa produção de leite e o alto consumo de vegetais. Apesar de não existir nenhuma publicação científica sobre suas propriedades lactogênicas dos vegetais de folhas verdes, o aumento do consumo destes produtos irá apenas beneficiar sua saúde, além de determinar hábitos saudáveis de alimentação para seu bebê após os 6 meses, quando há introdução de alimentos sólidos. Vegetais de folhas verdes contêm fitoestrógenos, que favorecem a produção do leite. E esta deve ser a chave para explicar seu poder lactogênico. Muitas mães se preocupam em consumir folhas verdes como brócolis e repolho por acreditar que estes vegetais irão aumentar os gases no bebê. Porém isto não é verdade. A porção de carboidrato contida nesses vegetais, o que provoca os gases, não é transferido através do leite materno.

fonte: Fit Pregnancy

Deixe um Comentário

Portal Clube de Assinaturas © 2020 Todos os direitos reservados.